coleção
REATIVAR

Sobre a Coleção

Desde 2013, o projeto de extensão da Universidade Federal Goiás conhecido como Reativar: Agroecologias e Interculturalidades, tem oportunizado reflexões e ações no campo das ideias sobre autonomia das unidades domésticas, soberania alimentar e nutricional e promoção da diversidade cultural e ecológica por meio da interação entre professores e estudantes da Rede de Estudos, Atividades Ambientais e Resiliências - REATIVAR/UFG, da Faculdade de História, do Centro Primavesi de Agroecologia (CEPA) da Escola de Agronomia, do Núcleo Takinahaky de Formação Superior Indígena da Faculdade de Letras e de moradores de setores periféricos da grande Goiânia em situação de vulnerabilidade social.

Esse ambiente de interações e trocas de experiências entre saberes científicos e populares reativa memórias bioculturais, possibilitando um processo formativo de todos agentes envolvidos. Em linhas gerais, tais ações reativam práticas agroecológicas tradicionais entre essas comunidades, criando as condições necessárias para que sejam recriadas em seus quintais, cozinhas e nos pátios das escolas onde seus filhos estudam. Igualmente, oportuniza o surgimento de outras percepções, vivencias criativas e sensíveis a formação de redes locais de interação voltadas para a criação de alternativas socioambientais de desenvolvimento humano.

É uma ação de extensão associada a pesquisa que compatibiliza com a proposta de Boaventura de Sousa Santos quanto à realização de uma ciência capaz de construir conhecimentos que transformem o mundo por meio de um verdadeiro diálogo entre vozes que emergem de diferentes experiências, territórios e de grupos acadêmicos engajados na luta pela construção de práticas alimentares saudáveis, social, econômica e ambientalmente sustentáveis, e que resguardem os direitos dos sujeitos envolvidos.

Muito além de aproximar a universidade da sociedade, esse importante e reconhecido projeto reativa valores que se perdem com a mecanização da agricultura, repensa os processos de produção e distribuição de alimentos, valoriza a agricultura familiar e suas relações com o ambiente, e redesenha unidades produtivas.

A produção de livros sobre educação ambiental, voltados, principalmente, para estudantes da rede pública de ensino aqui de Goiânia é uma das formas de divulgação dos resultados obtidos no âmbito das ações desse projeto. Assim, O Giro de Bolon, História Ambiental para Grandes Crianças e Pequenos Adultos e O Verde de Minha Roça Vem de Marte, Aventura Socioambiental no Lado Mais Escuro da Terra representam o cotejamento entre arte e ciência na produção de resultados de pesquisas Socioambientais e são mais duas obras da Coleção Reativar que a Pró-Reitoria de Extensão e Cultura/UFG tem o orgulho de apresentar a comunidade.

Desejo um belo mergulho de conhecimentos e reflexões nas páginas desses livros.


Lucilene Maria de Sousa
Pró-Reitora de Extensão e Cultura / UFG